Instituto Pedro Nunes
IPN     IPN Incubadora

SMART ACTIVE MOULD (SAM)
Otimização do Desempenho Térmico da Moldação por Injeção

Desafio

A moldação por injeção é um processo de utilização consolidada na indústria por ser capaz de produzir componentes de qualidade superior, grande complexidade e liberdade de design, onde a replicação é rápida e eficaz. Contudo, o sistema de controlo de temperatura, apesar de ser um dos sistemas críticos do processo, é dimensionado de forma empírica. Como consequência, muitos defeitos em peças moldadas devem-se ao arrefecimento não uniforme da cavidade com as propriedades físicas e a aparência da peça moldada influenciadas pela sua taxa de variação.

Solução

O projeto SAM – Smart Active Mould - tem como objetivo investigar uma solução inovadora ao nível do molde para controlar dinamicamente a temperatura do processo de moldação por injeção de peças poliméricas. A nova abordagem suporta-se em novas tecnologias de revestimentos finos e de fabrico aditivo, para proporcionar aumentos da qualidade da moldação sem defeitos ou distorções, reduções no tempo de fabrico das peças, possibilidade de processamento de novos materiais e produtos com especificações mais complexas e exigentes. A nova solução consubstancia um salto tecnológico, já que é pioneira na integração das diferentes tecnologias num único produto direcionado para a moldação por injeção de componentes poliméricos de elevada qualidade observados em produtos de gama alta.

Referência do projecto

POCI-01-0247-FEDER-017620

Financiamento

Duração

3 anos

Consórcio

Coordinator: Moldit

Parceiros

TeandM, IPN, CENTIMFE, Universidade do Minho, IPCA, IST

Palavras-chave

Moldação por Injeção, Sensores Inteligentes, Filmes Finos, Revestimentos PVD