Instituto Pedro Nunes
IPN     IPN Incubadora

INNOACE
Inovação aberta e inteligente na EUROACE

Desafio

Os principais objectivos do INNOACE são:
Melhorar links e sinergias entre empresas e centros de I + D + i
Aumentar o número de ações conjuntas e projetos inovadores entre empresas e centros R + D + i que permitirão aumentar o número de pessoas empregadas em I & D & I de empresas.
Aumentar validação de produtos e serviços entre centros R + D + i e empresas
Obter transferência de resultados de pesquisa que melhorem a cadeia de valor de setores-chave para através de processos abertos de inovação.
Gerar inovações nas empresas, combinando conhecimento criativo
novas atividades de mercado.
Gerar conhecimento compartilhado entre pesquisadores e empresários em relação a áreas-chave de RIS3

Solução

O projeto INNOACE irá fortalecer o tecido empresarial, criando sinergias entre empresas e centros R + D + i, o que permite ações para transferência e validação precoce de produtos e serviços através de processos abertos de inovação e para fomentar o processo de descoberta empresarial nas áreas de chave EUROACE.
Objetivos específicos
• Validar novos produtos, processos ou serviços através de processos de inovação abertos
• Aumentar as habilidades e o conhecimento tecnológico dos setores comerciais estratégicos da EUROACE
Fortalecer as estruturas e os instrumentos para o empreendedorismo tecnológico e a transferência de conhecimento para setores empresariais

Referência do projecto

049_INNOACE_4_E

Financiamento

Localização

Portugal e Espanha

Custo total

4.555.822,11

Custo IPN

116.192,64

Apoio financeiro da UE

87.144,48

Duração

2 anos

Consórcio

• Centro de Investigaciones Científicas y Tecnológicas de Extremadura (CICYTEX). Consejería de Economía e Infraestructuras. Junta de Extremadura
• Asociación Empresarial Centro Tecnológico Nacional Agroalimentario “Extremadura” (CTAEX)
• Fundación FUNDECYT Parque Científico y Tecnológico de Extremadura
• Instituto Tecnológico de Rocas Ornamentales Y Materiales de Construcción (INTROMAC)
• FEVAL – Institución Ferial de Extremadura
• Instituto de Arqueología (Agencia Estatal Consejo Superior de Investigaciones Científicas)
• Universidade de Évora
• Centro de Biotecnologia Agrícola e Agro-Alimentar do Alentejo (CEBAL)
• Instituto Politécnico de Portalegre (IPP)
• Associação Centro de Apoio Tecnológico Agro-Alimentar de Castelo Branco (CATAA)
• Instituto Politécnico de Castelo Branco
• Instituto Politécnico de Beja
• Parque Científico e Tecnológico do Alentejo (PCTA)
• Instituto Pedro Nunes - Associação para a Inovação e Desenvolvimento em
Ciência e Tecnologia

Parceiros

 

Palavras-chave

Inovação, Transferência de Tecnologia, Euroace