Instituto Pedro Nunes
IPN     IPN Incubadora

THEWS
Therapeutic Exercise in the Workspace

Desafio

Actualmente, problemas relacionados com a saúde e o bem-estar no local de trabalho estão entre os principais desafios apresentados em todo o mundo. Desde 2005 que a Organização Mundial da Saúde (OMS ) e a Comissão Europeia reconhecem a importância do bem-estar e prevenção no local de trabalho. No entanto, de acordo com recente relatório da Buck Consultants (Winning Strategies in Global Workplace Health Promotion, 2012) para a promoção da saúde no local de trabalho e programas de bem-estar para ter sucesso a nível mundial, a alta administração deve ser convencido de que estes programas fornecem valor ao negócio , tais como o aumento da produtividade ou melhoria da segurança, em todas as regiões do mundo. Embora este tipo de plataformas estejam em rápido crescimento em todo o mundo, a falta de confiança dos funcionários está entre os maiores obstáculos para o sucesso global.

Solução

Projeto THEWS ( Exercício Terapêutico no Espaço de Trabalho ) é dirigido a um número crescente de trabalhadores na União Europeia que sofrem de sintomas de dor músculo-esquelética nas costas, pescoço e extremidades, sendo este o seu relato de queixas de saúde mais comuns.
Esses trabalhadores pertencem a grupos ocupacionais com tarefas de trabalho monótono e repetitivo, (por exemplo, utilizadores de computador) a quem a dor no pescoço é a queixa músculo-esquelética mais prevalente. Embora a etiologia dos sintomas de dor músculo-esquelética seja multifactorial, com vários fatores de risco físicos e psicossociais no trabalho, há um consenso geral sobre o efeito benéfico do exercício terapêutico.

Um dos principais resultados do projeto THEWS é a implementação de uma plataforma web com o objectivo de colmatar a lacuna de troca de informações entre professores, alunos e profissionais que lidam diariamente com computadores e que sentem dores regulares na área do pescoço.

A plataforma será composta por um espaço com quatro tipos de utilizadores: (i) alunos, (ii) professores(iii), administradores (iv), os funcionários de uma empresa. Os alunos serão capazes de aceder a materiais de aprendizagem fornecidos pelos formadores, e serão capazes de desenvolver as suas análises e reflexões. Os professores serão capazes de inserir seus materiais de estudo, que serão baseados em texto ou multimédia, e irão especificar a ordem pela qual um aluno deve interagir com os materiais. O administrador será capaz de gerir todo o processo, garantir a qualidade do conteúdo e aplicar a gestão de utilizadores e processos de gestão de conteúdo adequados. Finalmente, os empregados da empresa irão usar o aplicação multimédia que irá levá-los para a intervenção terapêutica apropriada de acordo com seus sintomas.

A Plataforma Web irá fornecer uma aplicação informática (aplicação multimédia) que define os pontos e características da dor específicos de qualquer paciente. Após a detecção do ponto específico de dor, a aplicação apresentará a sua própria sequência de exercícios apropriados com apresentação de vídeo para execução precisa e autogestão.

Referência do projecto

2014-1-EL01-KA200-001365

Financiamento

Erasmus+

Duração

2014-2016

Consórcio

Democritus University of Thrace, St Anna Hospital, Buskerud and Vestfold University College, University of Nicosia, Instituto Pedro Nunes, Association for Innovation and Development in
Science and Technology, Université d’Orléans, ALBA Graduate Business School of Athens.

Parceiros

 

Website

http://thews-platform.eu/

Palavras-chave

Therapeutic Exercise, musculoskeletal pain symptoms, neck, platform, AAL.